Casamento feliz não precisa durar para sempre

Casamento feliz não precisa durar para sempre
casamento

Quando duas pessoas decidem se casar é porque com elas existem projetos em comum, querem construir uma vida a dois e, provavelmente, no dia do casamento, o que estão sentindo é um desejo forte de ficarem juntas para sempre “até que a morte os separe”. Mas nem sempre o casamento dura todo esse tempo e quando vem a separação muitas vezes fica aquela sensação de que o amor não era verdadeiro, de que houve um fracasso da relação entre os dois ou de que foi tempo perdido. Será que é isso mesmo?

Em alguns casos o casamento foi realmente difícil, com muitos conflitos e dificuldades na comunicação. Em outros casos pode ter sido próspero pelo tempo que durou e as pessoas foram felizes juntas, conquistaram projetos em comum e individuais e quem sabe até geraram filhos antes que as dificuldades aparecessem. No entanto, todas essas situações são experiências que podem ter tido a presença de um amor sincero, honesto.

Talvez seja possível que o amor não esteja ligado necessariamente a uma relação perfeita ou duradoura, mas a uma vontade de estar junto ao outro e de crescer com ele, mas isso pode em algum momento tornar-se inviável na relação. O amor pode ainda transformar-se ou até deixar de existir, sem que isso invalide tudo o que ele proporcionou e construiu durante sua existência. O difícil é reconhecer isso no momento do término da relação.

Apesar de ser difícil olhar para as experiências passadas, reconhecer o que elas trouxeram de bom e encarar a própria responsabilidade sobre parte do que passou, é fundamental para as futuras experiências, amorosas ou não. Isso significa olhar para o que foi vivido considerando o que era possível naquele momento e refletir sobre a direção que se deseja tomar para alcançar a relação que se quer no presente.

Transtorno bipolar afetivo o que é? Quais os sintomas?

Transtorno bipolar afetivo o que é? Quais os sintomas?

O transtorno bipolar afetivo é uma doença psiquiátrica complexa descrita desde a antiguidade. A principal característica da doença é a alteração do humor ou dos níveis de energia mental e física. Pessoas que sofrem com o problema apresentam episódios repetidos de humor para baixo, a depressão, ou para cima, chamados de mania e hipomania.

Conheça os tipos 1 e 2 do transtorno bipolar

Entre os tipos de transtorno bipolar, o psiquiatra Diego Tavares destaca os tipos 1 e 2, os mais estudados e descritos até o momento. “No primeiro, o indivíduo apresenta oscilação do humor para cima suficientemente grave, com comportamentos evidentes de elevação do humor e dos níveis de energia física, às vezes requerendo internação hospitalar”, explica o profissional. Os períodos de depressão também são graves, mas há pacientes que apenas têm sintomas de mania.

Já no tipo 2, as oscilações de humor para cima são mais leves. “No tipo 2 do transtorno bipolar, ocorre uma mania leve chamada de hipomania e o indivíduo que estava deprimido oscila o humor durante alguns dias com aumento da energia física ou psíquica”, afirma o médico. O paciente se torna mais ocupado e produtivo, muitas vezes obstinado, mas logo volta a ficar deprimido.

Ataques de pânico são comuns em pessoas com transtorno bipolar

Quem sofre com o transtorno bipolar também pode apresentar outros distúrbios. Tavares cita um estudo realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que verificou que 75% dos pacientes bipolares tinham ao menos uma comorbidade e cerca de 50% tinham três ou mais doenças psiquiátricas.

Os transtornos de ansiedade, particularmente, os ataques de pânico, foram as comorbidades mais comuns, seguidos por transtornos comportamentais da infância e por transtornos causados pelo uso de drogas. “Pacientes com transtorno bipolar também são mais propensos a um maior risco de ocorrência de doenças cardiovasculares, obesidade, tabagismo, hipertensão e diabetes tipo 2.

Clínica psicologia e terapia entenda e saiba o que é

Clínica psicologia e terapia entenda e saiba o que é

Clínica psicologia é o local onde o psicólogo presta serviços de psicoterapia aos pacientes. A clínica de psicologia possui salas para atendimentos individuais, terapia de casal, famílias, crianças e adolescentes.

Clínica psicologia  fornece diversas modalidades de psicoterapias para pessoas de todas as idades entre essas modalidades podemos destacar: Orientação psicológica e pessoal para o paciente, Orientação cognitiva para o paciente, reorientações para a vida pessoal e profissional do paciente e orientação psicológica para familiares.

Por onde começar para dar inicio as sessões de psicoterapia?

Todos nós passamos por momentos de traumas fortes na vida, nesses momentos é difícil decidir se você precisa de um profissional para ajuda-lo. Nesse caso quanto mais cedo se procurar ajuda mais fácil é resolver o problema.

Existem mitos que pregam que procurar ajuda de um profissional é sinal de fraqueza e perda de tempo e dinheiro, e são realmente mitos. Tudo o que nos torna prisioneiros e não nos fazem funcionar direito merece atenção e investimento de um profissional psicólogo.

A psicoterapia é um momento especial para compreensão e mudanças de comportamentos e sentimentos disfuncionais, aonde o psicoterapeuta irá te avaliar e te ajudar a retomar o equilíbrio psicológico e emocional.

Alguns sinais indicam que você precisa começar a psicoterapia: Traumas que você não consegue esquecer, dores de cabeça ou estômago constantes e inexplicáveis, uso constante de medicamentos para que consiga aguentar o dia-a-dia, desgostoso daquilo que lhe dava prazer, relacionamentos desgastados, sentir vontade de chorar sempre e familiares preocupados com você.

Se você se identifica com alguns desses sintomas então talvez seja interessante agendar uma hora com um psicólogo. Sua saúde mental merece atenção.

Procuras mais comuns na clinica psicologia:

    • Cínica psicologia: Terapia individual

A cada ano que passa a procura pela terapia de casal tem aumentado. A procura por essa especialização tem crescido devido as brigas e desentendimentos constantes do casal, onde as acusações aparecem e nunca conseguem entrar num consenso. O ser humano por natureza repudia qualquer tipo de sofrimento, sendo assim ele não percebe sua participação na briga/discussão e esse problema principal nos pacientes da terapia de casal é que sempre esperam que o outro mude. A terapia de casal traz esse espaço de conversação e entendimento entre as duas partes.

    • Clínica psicologia: Terapia individual  (ansiedade, estresse no trabalho, depressão).

A ansiedade, o estresse no trabalho e depressão são queixas muito comuns em terapia individuais.

O estresse alto que na maioria das vezes causado por desafios do dia-a-dia, que se frustrados, acarretam a ansiedade por um futuro não conhecido e a angustia por um passado que deixou de aproveitar pelo desafio do presente. Exemplos verídicos de estresse são a violência no país, o trânsito, as metas a cumprir no trabalho etc.

O neurologista Hanz Selye, trouxe para o comportamento humano a análise do estresse, ele chamou de síndrome de adaptação geral, que seria a adaptação dos desafios reais ou imaginários humanos, que segundo ele se dá em três fases

Clinica de Psicologia Fase 1
ALARME: Prepara o corpo para lidar com o fato de estresse.
Clinica de Psicologia Fase 2
RESISTÊNCIA/ADAPTAÇÃO: O organismo depende de esforço para continuar liberando energia enquanto o sinal de ALERTA estiver aceso.
Clinica de Psicologia Fase 3
ESGOTAMENTO: As fontes de energia se esgotam, e o sistema todo se debilita.
    • Clínica psicologia: Terapia para crianças e orientação aos pais

Ter filhos é o sonho de todo casal, mas a chegada de uma criança muda toda a rotina da família e nos dias de hoje a relação familiar enfrentam vários conflitos surgidos da vida moderna.

Alguns comportamentos infantis são fenômenos decorrentes de algum acontecimento em determinado momento da vida, que pode resultar num problema no futuro. Alguns pais acreditam que se o filho sofrer alguma frustração se tornará um adulto infeliz e insatisfeito e isso faz com que esses pais aceitem qualquer tipo de imposição por parte dos filhos. Daí surge rituais como: Brincar e depois não guardar os brinquedos, usar banheiro e não dar descarga, abrir a torneira e não fechar.

A ideia de orientação aos pais é que atenda as necessidades infantis da criança, mas antes dê um tempo, afim de que a criança aprenda sobre seus limites, e a partir do momento que ela faz a primeira vez será mais fácil a segunda, terceira e assim por diante.

Sendo assim a criança aprende a lidar com a “frustração”, e entende que ela gera aprendizados desde os primeiros meses de vida. A importância de aprender a lidar com a “frustração” é que a criança aprende que nem sempre ela ouvirá um “sim” e que algumas de suas necessidades não serão atendidas.

O “sim” e o “não” quando respeitados leva a criança a crescer, e passe a valorizar o que acontece com ela.

Atenção: Crianças que não se alimentam direito, não brincam, não aprendem na escola, não dormem estão tentando se comunicar que alguma coisa está errada e precisa de ajuda.

Leia também:
Formas de ajudar seus filhos a desenvolver auto-estima e confiança
Como conseguir uma boa noite de sono?
Psicóloga em Porto Alegre

    • Clínica psicologia: Terapia para adolescentes

Atualmente, e cada vez mais, os pais estão buscando educar e corrigir os filhos sem a necessidade de agressão, sendo assim a terapia é um dos caminhos buscados, mas até chegar a terapia os pais já se desgastaram e desgastaram seus filhos num longo processo de tentativas de demonstrar sua autoridade, através de gritos e ordens, que na verdade só demonstram o desequilíbrio emocional internos que refletidos no adolescentes resultam em um adolescente ansioso, com medo e angustia.

Essas emoções desencadeiam comportamentos como: roer as unhas, não ser sociável, confronto com os pais e outros.

O objetivo da terapia para adolescentes e pais é abrir um espaço de conversa e ensinar aos pais que não se deve falar para o adolescente ameaças que não vá cumprir como: “Vou embora e você vai ficar aqui sozinho”, “Vou te bater se você sair”, “Se você fizer isso vai ficar um ano sem computador”… Você realmente vai conseguir cumprir essas ameaças? Talvez não.

Quanto mais frases como essas forem ditas e não cumpridas o peso da sua palavra diminui e passa a não ser respeitada.

O papel do psicólogo é ajudar os pais a encontrar caminhos que não mais abalem a confiança entre eles e seu(s) filho(s).

Procurar terapia é sinal de força

Procurar terapia é sinal de força

A terapia individual é muitas vezes chamada de psicoterapia, e destina-se a ajudar as pessoas com seus problemas emocionais, que podem variar em ordem de gravidade ou intensidade.

O objetivo da terapia é mudar a qualidade de vida

O principal objetivo desta forma de terapia é mudar a qualidade de vida do individuo, definindo claramente o caminho da vida e trazendo mais clareza.

Se é o problema da infância reprimida que você está enfrentando, ou um colapso emocional devido ao divórcio, uma falha ou perda de um ente querido, um psicólogo profissional pode ajudá-lo a reavivar sua saúde mental através do aconselhamento sistemático.

Há muitas questões emocionais que se encontram em um canto do nosso coração e se recusam a morrer. Com o tempo, essas questões podem se transformar em uma espécie de tumor emocional que impacta negativamente em nossa vida diária, como falta de concentração, entusiasmo, auto-respeito, vontade de mudar, encorajamento e assim por diante.

Leia também:
Formas de ajudar seus filhos a desenvolver auto-estima e confiança
Como conseguir uma boa noite de sono?
Tratamento para depressão

Na terapia abordamos a raiz do problema

Essas questões que podem entrar em nossas vidas de várias maneiras e serem canalizadas para outras zonas, o que pode criar problemas nos relacionamentos, na vida profissional e na saúde.  Abordamos a causa raiz do problema depois de ouvir atentamente os pacientes e ajudar a mudar o padrão de seus pensamentos e crenças.

Ajuda na luta contra os problemas em questão com muito mais confiança. No entanto, não tentamos apenas motivar, mas seguir as diretrizes científicas da psicologia para rejuvenescer a saúde mental do paciente, e até mesmo seguir o tratamento médico, sempre que necessário para ajudar os pacientes a se libertarem da carga emocional, estresse e ansiedade que estão causando problemas de mudança de vida.

Psicóloga Porto Alegre e Psicóloga Alvorada