Home Blog Page 5

Porque fazer psicoterapia

0

Um psicólogo pode ajudar você a trabalhar com essas questões. Através de psicoterapia, psicólogos ajudam as pessoas de todas as idades a buscarem viver de forma mais feliz, mais saudável e até mais produtiva.

Você já se sente muito sobrecarregado para lidar com seus problemas? Se sim, você não está sozinho.

Há estudos que indicam que mais de 25% dos adultos sofrem de ansiedade, estresse, depressão ou outros transtornos em algum momento da vida. Há também um número grande de pessoas que lutam para lidar com problemas de relacionamento, frustração com o trabalho, a morte de um ente querido, entre outros. E esses problemas podem muitas vezes consumir mais energia do que deveriam.

O que é psicoterapia?

Um psicólogo pode ajudar você a trabalhar com essas questões. Através de psicoterapia, psicólogos ajudam as pessoas de todas as idades a buscarem viver de forma mais feliz, mais saudável e até mais produtiva.

Podemos dizer que a psicoterapia é um tratamento de colaboração com base na relação entre o paciente que pede ajuda e o psicólogo, cuja função é essa. Fundamentada no diálogo e baseada na ciência da psicologia, a psicoterapia fornece um ambiente de apoio que lhe permite falar abertamente com alguém que é objetivo, neutro e imparcial. Você e seu psicólogo trabalharão em conjunto para identificar e mudar os padrões de pensamentos e de comportamentos que estão o impedindo de se sentir melhor.

Depois de algum tempo de psicoterapia você deverá ter apreendido como lidar com a queixa trazida ao consultório, como também terá aprendido novas habilidades para que possa lidar melhor com quaisquer desafios que venham a surgir no futuro.

Por que fazer psicoterapia?

Muitas pessoas ficam relutantes em experimentar a psicoterapia, por desacreditar ou desconhecer. Lembre-se que a psicoterapia nada mais é do que a aplicação de uma ciência, a psicologia. Sendo assim, sua prática é sólida e sustentável.

Algumas pessoas procuram a psicoterapia por estarem sentindo algum conflito interno ou de relacionamento, estresse, ansiedade ou irritado por um longo tempo. Outras por se sentirem deprimidas ou por quererem ajuda para uma doença crônica que está interferindo no bem estar físico ou emocional.

Há ainda aqueles que procuram a psicoterapia por estarem enfrentando alguns problemas de curto prazo e precisam de orientações, como é o caso de divórcio, morte de uma pessoa próxima ou não se sentido confortável com o emprego.

Alguns sinais de que você pode se beneficiar com a terapia incluem:

  • Você sente uma enorme sensação de prolongada tristeza e desamparo.
  • Seus problemas não parecem melhorar, apesar de todos seus esforços e ajuda de amigos e familiares.
  • Você acha difícil se concentrar no trabalho ou para realizar outras atividades cotidianas.
  • Você é demasiadamente preocupado, sempre espera o pior ou sente-se constantemente no limite.
  • Suas ações e comportamentos estão prejudicando você ou outras pessoas.

Esses são algumas das razões do porque fazer terapia.

Quais são os diferentes tipos/abordagens de psicoterapia?

Existem várias abordagens na psicoterapia, tais como a terapia comportamental, terapia cognitiva, psicanalista, humanista. Psicólogos geralmente recorrerão a uma ou mais destas linhas como manejo clínico, se apropriando de instrumentos de outras vertentes como forma de intensificar os resultados. Cada perspectiva teórica (ou abordagem) funciona como um roteiro para ajudar o psicólogo entender seus clientes e os seus problemas, e trabalhar soluções.

O tipo de acompanhamento que você receberá vai depender de uma série de fatores, mas principalmente da orientação teórica (também chamada de abordagem teórica) de seu psicólogo e do que funciona melhor para o seu caso.

Os psicólogos que usam a terapia cognitivo-comportamental, por exemplo, têm uma abordagem prática e diretiva para o tratamento. O psicólogo pode pedir-lhe para reunir mais informações, tais como registro de suas reações a uma situação particular em que elas ocorrem. Ou seu psicólogo pode querer que você pratique novas habilidades entre as sessões , como pedir a alguém com uma fobia de elevador se expor com cautela e suporte à prática de apertar botões no elevador, com a supervisão do terapeuta.

Já as abordagens psicanalíticas e humanistas geralmente se concentram mais em na terapia da fala, pois acreditam que isso transformará as emoções. Você pode passar suas sessões discutindo suas primeiras experiências de vida e a partir disso, compreender com outra perspectiva as causas de seus problemas atuais, tomando consciência de eventos dolorosos do passado para que mudanças possam ocorrer.

Leia Também:
A primeira consulta, tem por objetivo:
Tratamento para depressão
Psicóloga em Porto Alegre

O psicólogo pode combinar elementos de vários estilos de psicoterapia

Na verdade, a maioria dos terapeutas não se amarrarão a uma única abordagem. Em vez disso, eles utilizam elementos de diferentes abordagens e adaptarão o seu caso de acordo com as necessidades da pessoa.

Ao escolher o seu psicólogo observe atentamente se ele lhe transmite segurança em sua conduta clínica e se tem habilidade de uma escuta empática e acolhedora. Dados recentes de pesquisa apontam que esse é o fator mais relevante numa aliança terapêutica de sucesso e, certamente, nos resultados terapêuticos obtidos.

Clínica psicologia e terapia entenda e saiba o que é

0

Clínica psicologia é o local onde o psicólogo presta serviços de psicoterapia aos pacientes. A clínica de psicologia possui salas para atendimentos individuais, terapia de casal, famílias, crianças e adolescentes.

Clínica psicologia  fornece diversas modalidades de psicoterapias para pessoas de todas as idades entre essas modalidades podemos destacar: Orientação psicológica e pessoal para o paciente, Orientação cognitiva para o paciente, reorientações para a vida pessoal e profissional do paciente e orientação psicológica para familiares.

Por onde começar para dar inicio as sessões de psicoterapia?

Todos nós passamos por momentos de traumas fortes na vida, nesses momentos é difícil decidir se você precisa de um profissional para ajuda-lo. Nesse caso quanto mais cedo se procurar ajuda mais fácil é resolver o problema.

Existem mitos que pregam que procurar ajuda de um profissional é sinal de fraqueza e perda de tempo e dinheiro, e são realmente mitos. Tudo o que nos torna prisioneiros e não nos fazem funcionar direito merece atenção e investimento de um profissional psicólogo.

A psicoterapia é um momento especial para compreensão e mudanças de comportamentos e sentimentos disfuncionais, aonde o psicoterapeuta irá te avaliar e te ajudar a retomar o equilíbrio psicológico e emocional.

Alguns sinais indicam que você precisa começar a psicoterapia: Traumas que você não consegue esquecer, dores de cabeça ou estômago constantes e inexplicáveis, uso constante de medicamentos para que consiga aguentar o dia-a-dia, desgostoso daquilo que lhe dava prazer, relacionamentos desgastados, sentir vontade de chorar sempre e familiares preocupados com você.

Se você se identifica com alguns desses sintomas então talvez seja interessante agendar uma hora com um psicólogo. Sua saúde mental merece atenção.

Procuras mais comuns na clinica psicologia:

    • Cínica psicologia: Terapia individual

A cada ano que passa a procura pela terapia de casal tem aumentado. A procura por essa especialização tem crescido devido as brigas e desentendimentos constantes do casal, onde as acusações aparecem e nunca conseguem entrar num consenso. O ser humano por natureza repudia qualquer tipo de sofrimento, sendo assim ele não percebe sua participação na briga/discussão e esse problema principal nos pacientes da terapia de casal é que sempre esperam que o outro mude. A terapia de casal traz esse espaço de conversação e entendimento entre as duas partes.

    • Clínica psicologia: Terapia individual  (ansiedade, estresse no trabalho, depressão).

A ansiedade, o estresse no trabalho e depressão são queixas muito comuns em terapia individuais.

O estresse alto que na maioria das vezes causado por desafios do dia-a-dia, que se frustrados, acarretam a ansiedade por um futuro não conhecido e a angustia por um passado que deixou de aproveitar pelo desafio do presente. Exemplos verídicos de estresse são a violência no país, o trânsito, as metas a cumprir no trabalho etc.

O neurologista Hanz Selye, trouxe para o comportamento humano a análise do estresse, ele chamou de síndrome de adaptação geral, que seria a adaptação dos desafios reais ou imaginários humanos, que segundo ele se dá em três fases

Clinica de Psicologia Fase 1
ALARME: Prepara o corpo para lidar com o fato de estresse.
Clinica de Psicologia Fase 2
RESISTÊNCIA/ADAPTAÇÃO: O organismo depende de esforço para continuar liberando energia enquanto o sinal de ALERTA estiver aceso.
Clinica de Psicologia Fase 3
ESGOTAMENTO: As fontes de energia se esgotam, e o sistema todo se debilita.
    • Clínica psicologia: Terapia para crianças e orientação aos pais

Ter filhos é o sonho de todo casal, mas a chegada de uma criança muda toda a rotina da família e nos dias de hoje a relação familiar enfrentam vários conflitos surgidos da vida moderna.

Alguns comportamentos infantis são fenômenos decorrentes de algum acontecimento em determinado momento da vida, que pode resultar num problema no futuro. Alguns pais acreditam que se o filho sofrer alguma frustração se tornará um adulto infeliz e insatisfeito e isso faz com que esses pais aceitem qualquer tipo de imposição por parte dos filhos. Daí surge rituais como: Brincar e depois não guardar os brinquedos, usar banheiro e não dar descarga, abrir a torneira e não fechar.

A ideia de orientação aos pais é que atenda as necessidades infantis da criança, mas antes dê um tempo, afim de que a criança aprenda sobre seus limites, e a partir do momento que ela faz a primeira vez será mais fácil a segunda, terceira e assim por diante.

Sendo assim a criança aprende a lidar com a “frustração”, e entende que ela gera aprendizados desde os primeiros meses de vida. A importância de aprender a lidar com a “frustração” é que a criança aprende que nem sempre ela ouvirá um “sim” e que algumas de suas necessidades não serão atendidas.

O “sim” e o “não” quando respeitados leva a criança a crescer, e passe a valorizar o que acontece com ela.

Atenção: Crianças que não se alimentam direito, não brincam, não aprendem na escola, não dormem estão tentando se comunicar que alguma coisa está errada e precisa de ajuda.

Leia também:
Formas de ajudar seus filhos a desenvolver auto-estima e confiança
Como conseguir uma boa noite de sono?
Psicóloga em Porto Alegre

    • Clínica psicologia: Terapia para adolescentes

Atualmente, e cada vez mais, os pais estão buscando educar e corrigir os filhos sem a necessidade de agressão, sendo assim a terapia é um dos caminhos buscados, mas até chegar a terapia os pais já se desgastaram e desgastaram seus filhos num longo processo de tentativas de demonstrar sua autoridade, através de gritos e ordens, que na verdade só demonstram o desequilíbrio emocional internos que refletidos no adolescentes resultam em um adolescente ansioso, com medo e angustia.

Essas emoções desencadeiam comportamentos como: roer as unhas, não ser sociável, confronto com os pais e outros.

O objetivo da terapia para adolescentes e pais é abrir um espaço de conversa e ensinar aos pais que não se deve falar para o adolescente ameaças que não vá cumprir como: “Vou embora e você vai ficar aqui sozinho”, “Vou te bater se você sair”, “Se você fizer isso vai ficar um ano sem computador”… Você realmente vai conseguir cumprir essas ameaças? Talvez não.

Quanto mais frases como essas forem ditas e não cumpridas o peso da sua palavra diminui e passa a não ser respeitada.

O papel do psicólogo é ajudar os pais a encontrar caminhos que não mais abalem a confiança entre eles e seu(s) filho(s).

Psicologia e Psicólogo

0

Psicologia e Psicólogo: Até bem pouco tempo atrás era comum lidar com problemas emocionais e/ou psicológicos como se eles fossem passageiros e dependessem apenas da força de vontade para ser superados.

Outra forma, igualmente preocupante de lidar com tais problemas era ignorá-los, como se eles acometessem apenas “loucos” e pessoas com distúrbios mentais. Felizmente, os distúrbios mentais e comportamentais são tratados hoje com o devido cuidado e a psicologia é um campo de pesquisa e estudo muito importante para tratar todas essas questões.

Você verá nesse texto que a psicologia pode ser uma boa aliada para qualquer pessoa que deseje viver uma vida melhor: com mais confiança, mais plena e harmônica.

Como a psicologia pode me ajudar?

  • Ansioso, mas com uma boa saída

Se você convive com muita pressão no trabalho, na vida pessoal e se sente desorientado, o seu caminho também pode ser a ajuda de um profissional. Alguém que não só lhe fará companhia, como também irá indicar caminhos para que essa tensão seja aliviada.

  • Converse sobre sua relação

O ciclo natural da vida faz com que as pessoas busquem uma companhia para passar a vida junto. Esse parceiro ou parceira é quem estará do seu lado para as mais diversas ocasiões. Mas as relações de médio e longo prazo tendem ao desgaste, à saturação. E é importante conversar, pensar e até contar com um apoio externo para não se distanciar de quem a gente ama.

A terapia de casais é fundamental para que pequenas questões não se transformem em problemas incontornáveis. O importante é não ignorar que existe um problema ou uma “questão” e conversar sobre. Superar a negação é a primeira etapa. E você pode sempre buscar ajudar profissional.

  • Saiba perder, mas jogue para ganhar sempre

Leia Também:
Tratamento para depressão
Procurar terapia é sinal de força
Psicóloga em Porto Alegre

Um bom Psicólogo sabe tirar o melhor

Um bom psicólogo do esporte entra em ação para tirar dos atleta o que eles têm de melhor. E muitas vezes, estamos falando de ídolos, jogadores reconhecidos mundialmente por sua competitividade, eficiência e técnica. Já parou para pensar o que seria de Cristiano Ronaldo sem a confiança para driblar dois adversários e marcar um belo gol decisivo? Pode ter certeza que por trás do êxito de grandes atletas e equipes há um psicólogo fazendo o trabalho de bastidores.

Pois então, a psicologia do esporte nos ensina a estarmos preparados para encarar as disputas – no caso, elas não precisam ser necessariamente esportivas – com cabeça fria e conscientes que, mesmo dando o nosso melhor, podemos sair derrotados de uma disputa, mas o mais importante é estar pleno, convicto daquilo que se faz.

Muitas vezes, uma pessoa se vê presa em situações que ela não consegue entender e/ou mudar. A insatisfação com algo pode gerar um efeito bola de neve em que os problemas só vão se avolumando. E aqueles que estão ao seu redor, às vezes, também não são capazes de oferecer respostas, caminhos e mudanças que façam diferença.

Tendo isso em vista, as consultas psicológicas podem se revelar uma ótima forma de pensar a respeito de sua vida, sua trajetória e – quem sabe – até projetar o seu futuro. Portanto, procure um profissional.

Depressão: Sera que realmente estou com depressão?

0

Muitas pessoas com depressão nunca procuram auxílio.

Todos nós, de vez em quando, nos sentimos melancólicos ou tristes, mas estes sentimentos geralmente são temporários e desaparecem dentro de alguns dias. Um psicólogo consegue identificar quando um paciente passa a ter um transtorno depressivo e faz a leitura correta da melhor forma de tratar a doença.

Quando a melancolia passa a interferir no funcionamento normal da sua vida e, além disso, o seu quadro melancólico começa a provocar dor, tanto para aquele que sofre com a doença como para aqueles que se preocupam com quem está doente, é hora de procurar ajuda. A depressão é uma doença comum, mas é um dos males mais graves do mundo moderno e exige tratamento e acompanhamento psicológico para os pacientes.

Muitas pessoas com depressão nunca procuram auxílio. Mas a grande maioria, mesmo aqueles com casos mais graves e complexos, pode melhorar com o tratamento adequado. A pesquisa intensiva da doença nos últimos anos resultou no desenvolvimento de medicamentos, psicoterapias e outros métodos para tratar pessoas com este transtorno incapacitante.

Quais são os sintomas de depressão?

Nem todas as pessoas com depressão apresentam os mesmos sintomas. A gravidade, frequência e duração dos sintomas também variam de pessoa para pessoa, mas os mais comuns incluem:

sentimentos persistentes de tristeza, ansiedade ou “vazio”;
sentimentos de falta de esperança ou pessimismo;
sentimentos de culpa, inutilidade e / ou impotência;
irritabilidade, agitação;
perda de interesse em atividades ou passatempos antes agradáveis, incluindo falta de apetite sexual;
fadiga e falta de energia;
dificuldade de concentração, de se lembrar de detalhes e de tomar decisões;
insônia, excesso de sono;
excesso ou fata de apetite;
pensamentos suicidas ou tentativas de suicídio;
dores persistentes de cabeça, cãibras ou problemas digestivos que não melhoram mesmo com tratamento;
O que causa a depressão?
Não existe uma única causa que leve à depressão. Na verdade, a doença parece ser o resultado de uma combinação de fatores genéticos, bioquímicos e psicológicos.

Pesquisas recentes sobre depressão apontam

Pesquisas recentes indicam que as doenças depressivas são causadas pela desordem na bioquímica do cérebro. Exames neurológicos, como a ressonância magnética, têm demonstrado que o cérebro de pessoas com depressão é diferente do cérebro daqueles que não apresentam a doença.

As áreas do cérebro responsáveis pela regulação do humor, pensamento, apetite e comportamento parecem não funcionar normalmente. Além disso, os neurotransmissores, produtos químicos que as células do cérebro usam para se comunicar, estão em desequilíbrio. Mas, ainda assim, esses exames não revelam totalmente as causas da depressão.

Alguns tipos de depressão tendem a ser comuns em uma mesma família, sugerindo uma relação genética. No entanto, a doença também pode ocorrer em pessoas sem histórico familiar, o que comprova que não é determinada somente pelos fatores genéticos. A pesquisa genética indica que o risco de desenvolver depressão é o resultado da influência de alguns genes que atuam em conjunto com diversos fatores ambientais.

Além disso, o trauma, a perda de um ente querido, uma relação difícil, ou qualquer situação de stress pode desencadear um episódio de depressão. A partir disso, episódios posteriores de depressão podem ocorrer sem que tenha havido um trauma evidente.

Leia Também:
Procurar terapia é sinal de força
Psicóloga em Porto Alegre
Ansiedade é algo que existe na vida de todos

Como é a depressão detectada e tratada?

A depressão, mesmo nos casos mais graves, é uma doença altamente tratável. Tal como acontece com muitos transtornos, quanto mais cedo se começar o tratamento, mais eficaz ele será.
O primeiro passo para obter o cuidado adequado é visitar um psicólogo.

Certos medicamentos e condições médicas, tais como vírus ou distúrbios da tireoide, podem apresentar os mesmos sintomas da depressão. O psicólogo é capaz de descartar essas possibilidades através de um exame físico, uma entrevista e testes de laboratório.

Após esse procedimento, o psicólogo irá realizar uma avaliação diagnóstica completa. Ele deve conversar com o paciente sobre seu histórico familiar e observar todas as questões relevantes, tais como quando os sintomas começaram, quanto tempo duram, a gravidade deles, se já ocorreram antes e como foram tratados. O profissional também deve verificar se o paciente consome álcool ou drogas e se já teve pensamentos suicidas.

Uma vez diagnosticada, uma pessoa com depressão pode ser tratada com vários métodos. Os tratamentos mais comuns são os medicamentosos e a psicoterapia.

Ansiedade é algo que existe na vida de todos

0

Ansiedade é algo que existe na vida de todos até certo ponto, e de certa forma é medicamente conhecido como útil também. Porque a ansiedade nos ajuda a permanecer alertas e reagir às nossas circunstâncias, seja alegre ou dolorosa.

No entanto, quando a ansiedade atinge o estágio em que ela fica sobrecarregada mental e fisicamente e afeta sua rotina normal de vida, você precisa da ajuda de um psicólogo clínico.

Seja fobia social, fobia específica, transtorno de estresse pós-traumático, transtorno de ansiedade geral, transtorno obsessivo-compulsivo ou semelhante, ela se enquadra na categoria de transtorno de ansiedade e exige tratamento clínico e terapêutico. E é aí que nossa expertise pode ajudá-lo.

Leia também:
Procurar terapia é sinal de força
Formas de ajudar seus filhos a desenvolver auto-estima e confiança
Como conseguir uma boa noite de sono?

Abordagem para lidar com ansiedade

Temos uma abordagem sistemática para lidar com os problemas de nossos pacientes e ajudá-los em uma sessão de aconselhamento clínico para, em primeiro lugar, apresentá-los a seus problemas e mostrar a eles como lidar e enfrentar esses problemas conflitantes, sem medo ou fobia.

Está provado clinicamente que quando as pessoas enfrentam o que temem repetidamente sem obter o resultado negativo que realmente temiam, a sensação de fobia diminuiria gradualmente.

Isso não só ajuda a mudar a estrutura mental de uma pessoa de uma maneira natural, mas também ajuda a recuperar a confiança e a sensibilidade perdidas para consigo mesmo.

Através do processo de aconselhamento, tratamento médico e psicoterapia, ajudamos nossos pacientes a superar seus medos e fobias.

Procurar terapia é sinal de força

0

A terapia individual é muitas vezes chamada de psicoterapia, e destina-se a ajudar as pessoas com seus problemas emocionais, que podem variar em ordem de gravidade ou intensidade.

O objetivo da terapia é mudar a qualidade de vida

O principal objetivo desta forma de terapia é mudar a qualidade de vida do individuo, definindo claramente o caminho da vida e trazendo mais clareza.

Se é o problema da infância reprimida que você está enfrentando, ou um colapso emocional devido ao divórcio, uma falha ou perda de um ente querido, um psicólogo profissional pode ajudá-lo a reavivar sua saúde mental através do aconselhamento sistemático.

Há muitas questões emocionais que se encontram em um canto do nosso coração e se recusam a morrer. Com o tempo, essas questões podem se transformar em uma espécie de tumor emocional que impacta negativamente em nossa vida diária, como falta de concentração, entusiasmo, auto-respeito, vontade de mudar, encorajamento e assim por diante.

Leia também:
Formas de ajudar seus filhos a desenvolver auto-estima e confiança
Como conseguir uma boa noite de sono?
Tratamento para depressão

Na terapia abordamos a raiz do problema

Essas questões que podem entrar em nossas vidas de várias maneiras e serem canalizadas para outras zonas, o que pode criar problemas nos relacionamentos, na vida profissional e na saúde.  Abordamos a causa raiz do problema depois de ouvir atentamente os pacientes e ajudar a mudar o padrão de seus pensamentos e crenças.

Ajuda na luta contra os problemas em questão com muito mais confiança. No entanto, não tentamos apenas motivar, mas seguir as diretrizes científicas da psicologia para rejuvenescer a saúde mental do paciente, e até mesmo seguir o tratamento médico, sempre que necessário para ajudar os pacientes a se libertarem da carga emocional, estresse e ansiedade que estão causando problemas de mudança de vida.

Psicóloga Porto Alegre e Psicóloga Alvorada

Formas de ajudar seus filhos a desenvolver auto-estima e confiança

0

Auto-estima e confiança são características importantes em indivíduos que afetam seu sucesso. Enquanto estes são um processo ao longo da vida, a base dos filhos ser estabelecida na primeira infância.

A auto-estima do edifício permitirá que a criança lide com situações difíceis que irá encontrar durante a sua vida. Uma vez que os pais têm a maior influência na crença de uma criança, é importante que eles deixem que seus filhos saibam onde eles pertencem, quão bem eles estão se saindo e contribuem para o desenvolvimento de confiança e auto-estima.

Leia também:
Como conseguir uma boa noite de sono?
Eu realmente preciso de terapia? Normalmente, eu posso lidar com meus problemas.
Tratamento para depressão

Dicas para incentivar a auto-estima de seus filhos

Aqui estão algumas dicas práticas que ajudarão você a incentivar a auto-estima e a confiança em seu filho sem se esforçar:

    • Passo para trás – Enquanto você pode estar preocupado com seu filho falhando ou não fazendo o bem em uma tarefa, é melhor dar um passo atrás e não ajudá-los em cada etapa.
    • Você precisa ser capaz de ajudar seu filho – se tornar competente e não ser confiável em relação aos outros. Permita que seu filho corra riscos saudáveis ​​e resolva os problemas por conta própria. Uma vez que eles sejam capazes de realizá-los, reconheça seu sucesso e eleve sua auto-estima.
    • Louvor, não mais elogios – Louvar é um problema e há uma linha muito tênue entre elogiar e elogiar demais. Embora os complementos de vez em quando sejam importantes para o desenvolvimento da auto-estima, o exagero só diminuirá o nível e eles não mais se esforçarão para obter melhores resultados. Portanto, limite os elogios a grandes realizações e onde eles são considerados importantes.
    • Atribuir pequenas tarefas ao redor da casa – Permitir que seus filhos ajudem em casa e incentiva-los aumentando sua auto-estima, dando-lhes pequenas tarefas. Isso irá encorajá-los a mostrar suas habilidades e também fazê-los perceber que estão fazendo uma contribuição e se sentirão apreciados por outros membros da família.
    • Permitir que eles busquem novos interesses – Incentive seus filhos a assumirem novos interesses e a buscá-los. Estabeleça objetivos alcançáveis ​​em seus interesses particulares para que, quando os alcançarem, lhes proporcione uma sensação de realização que aumentará sua autoestima.

Você precisa usar sua influência da maneira correta nos primeiros anos de vida de seus filhos, para que eles se tornem adultos responsáveis, competentes e confiantes.

Psicóloga Porto Alegre e Psicóloga Alvorada

Melhore seu sono e tenha uma boa noite

0

No mundo competitivo de hoje, o sono é mais um luxo do que uma necessidade e dormir se torna muito importante. O sono é importante para o bem estar, tanto emocional quanto fisicamente para um indivíduo. Se você estiver sofrendo de insônia, pode ser devido a vários fatores, incluindo estresse, ansiedade ou depressão. Para abordar seu problema de sono, é melhor consultar um psicólogo experiente que possa ajudá-lo a mudar seu comportamento, gerenciar sentimentos e emoções que possam interferir em seu sono.

Praesent libro se cursus ante

0

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Integer nec odio. Praesent libero. Sed cursus ante dapibus diam. Sed nisi. Nulla quis sem at nibh elementum imperdiet. Duis sagittis ipsum. Praesent mauris. Fusce nec tellus sed augue semper porta. Mauris massa. Vestibulum lacinia arcu eget nulla. Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos.

Curabitur sodales ligula in libero. Sed dignissim lacinia nunc. Curabitur tortor. Pellentesque nibh. Aenean quam. In scelerisque sem at dolor. Maecenas mattis. Sed convallis tristique sem. Proin ut ligula vel nunc egestas porttitor. Morbi lectus risus, iaculis vel, suscipit quis, luctus non, massa. Fusce ac turpis quis ligula lacinia aliquet. Mauris ipsum. Nulla metus metus, ullamcorper vel, tincidunt sed, euismod in, nibh.

Quisque volutpat condimentum velit. Class aptent taciti sociosqu ad litora torquent per conubia nostra, per inceptos himenaeos. Nam nec ante. Sed lacinia, urna non tincidunt mattis, tortor neque adipiscing diam, a cursus ipsum ante quis turpis. Nulla facilisi. Ut fringilla. Suspendisse potenti. Nunc feugiat mi a tellus consequat imperdiet. Vestibulum sapien. Proin quam. Etiam ultrices. Suspendisse in justo eu magna luctus suscipit. Sed lectus. Integer euismod lacus luctus magna.

Vestibulum lacinia arcu

Quisque cursus, metus vitae pharetra auctor, sem massa mattis sem, at interdum magna augue eget diam. Vestibulum ante ipsum primis in faucibus orci luctus et ultrices posuere cubilia Curae; Morbi lacinia molestie dui. Praesent blandit dolor. Sed non quam. In vel mi sit amet augue congue elementum. Morbi in ipsum sit amet pede facilisis laoreet. Donec lacus nunc, viverra nec, blandit vel, egestas et, augue. Vestibulum tincidunt malesuada tellus. Ut ultrices ultrices enim. Curabitur sit amet mauris. Morbi in dui quis est pulvinar ullamcorper. Nulla facilisi.

Integer lacinia sollicitudin massa. Cras metus. Sed aliquet risus a tortor. Integer id quam. Morbi mi. Quisque nisl felis, venenatis tristique, dignissim in, ultrices sit amet, augue. Proin sodales libero eget ante.

Aenean lectus elit, fermentum non, convallis id, sagittis at, neque. Nullam mauris orci, aliquet et, iaculis et, viverra vitae, ligula. Nulla ut felis in purus aliquam imperdiet. Maecenas aliquet mollis lectus. Vivamus consectetuer risus et tortor. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Integer nec odio. Praesent libero. Sed cursus ante dapibus diam. Sed nisi. Nulla quis sem at nibh elementum imperdiet. Duis sagittis ipsum.